FRETE GRÁTIS NAS COMPRAS ACIMA DE R$ 700

Espadrilles de salto: o grande sucesso dos anos 80 está de volta!

Equipe Tramadie

Postado em 27 abril 2020

Espadrilles de salto: o grande sucesso dos anos 80 está de volta!

As espadrilles de salto voltaram a ser as sandálias prediletas da nova geração, conquistando não somente um espaço no closet feminino, mas também nos pés de rainhas e princesas.

Na chegada à Cidade do Cabo, a Duquesa de Sussex, Meghan Markle, fez grande sucesso com seu look ao optar por usar um vestido-envelope da marca Mayamiko com mangas curtas e um laço na cintura, nos pés Megan optou por espadrilles pretas, sandálias de tradição espanhola da marca Castañer, que harmonizou de forma belíssima com o vestido.

A Duquesa de Cambrige, Kate Middleton, fez uma participação no workshop de fotografia para as crianças que são atendidas pelo programa Action for Children, harmonizou uma espadrille bege da Castañer com um vestido solto de estampa paisley.

Entre outros ícones da realiza, a Rainha da Espanha, Letizia Ortiz Rocasolano, tem sido vista também de forma recorrente usando espadrille de salto da marca Uterqüe, optando sempre pelo conforto e beleza.

As espadrilles de salto também são excelentes para o verão, por tratar-se de dias mais quentes a elegância se torna um desafio, ou melhor, tornava-se, pois, as espadrilles são ótimas aliadas para o dia a dia.

A criadora da Tramadie, Laura Gaspari, pensando nas mulheres de forma geral, confeccionou espadrille de salto que mantêm suas características originais, reunidas à tecnologia os tecidos trazem mais respiro aos pés, com novos modelos, cores e formatos, permitindo o uso em qualquer situação do cotidiano.

A Tramadie, trouxe para o mercado, produtos com características originais, mantendo sempre o compromisso de ser o mais sustentável possível, por isso seus materiais são selecionados de fornecedores exclusivos.

Desenhados com base na extrema perícia e paixão da fundadora da marca Tramadie, Laura Gaspari, confecciona todos os calçados de forma artesanal. Atenta ao movimento slowfashion e por sua paixão por tramas e texturas, Laura ao criar a marca tinha um único intuito de incorporar elegância casual ao estilo pessoal de cada “São sandálias antenadas, sem deixar o conforto de lado. Durante anos, estou à frente de uma sapataria em bairro nobre em São Paulo. Ouvi todas as reclamações das usuárias de espadrilles de salto, desde o calcanhar que incomodava, até a falta de respiro nos pés. Por isso, não abri mão de proporcionar um produto confortável antes de tudo, porque sei o que a apaixonada pelo modelo procura”, ressalta.

Detalhes das espadrilles de salto Tramadie, por sua fundadora “Pensamos em palmilhas, mais fofas, que permitem um dia inteiro em cima do salto, no trabalho, na praia e nas viagens em geral. Nossos modelos têm também uma pelica macia na parte de trás que protege os calcanhares durante as caminhadas por aí. Além da ponteira bordada em crochê que é vazada e permite a circulação de ar, evitando o suor, e as tramas do modelo feito em knit que deixam o ar circular e são super frescas”, conclui.

Sua inspiração: Jardim Botânico do Rio de Janeiro e toda sua natureza.

Através de sua inspiração pela bela natureza o Jardim Botânico, incorporou sua primeira coleção com palmeiras-imperiais, flores e lagos. Tendo a Alameda da Palmeiras-imperiais como inspiração para espadrilles em malha knit Palmae e a Shopper, as flores do icônico local, dão vida a linda malha Lótus e o Lago Frei Leandro inspirando a estampa em tecido Acqua.

Para que a espadrille de salto seja considerada de formato original deve-se a maneira de sua fabricação, onde seu segredo fica por conta de seu solado único sem conter separações, esparto traçado com uma única corda e com movimentos circulares, cria-se o solado primário do modelo. Para modelos feitos em Knit, suas malhas são tecidas uma a uma, vaporizadas e estabilizadas antes de serem incorporadas ao esparto. O trabalho é feito com muito capricho e de forma especial.

Para higienização de sua espadrille de salto, a limpeza deve ser feita a seco, sem o uso de produtos de limpeza. Para as de lona, por tratar-se de um material delicado e sua matéria-prima possui uma maior absorção de cores, evite expô-lo ao sol, secadora, forno ou estufa.

Caso tenha contato com água, deixe secar na sombra.

Mais posts